PINTEREST

sábado, 19 de março de 2016

O que me ensinaram, tentaram me ensinar, ou apenas ficaram falando lá na frente enquanto eu divagava.


Um dia, certo indivíduo, bem apessoado, bem sucedido, intitulado Professor de Direito Penal, severo e cioso de seu dever, entre um assunto e outro, disparou: "no Brasil o patrimônio vale mais do que a vida e isto devemos à tradição ibérica, mais precisamente herdada através de Portugal". Para espanto geral dos incrédulos que ainda restavam na sala de aula tarde da noite, explicou: "a prova disto é de que o crime de latrocínio (matar para roubar) tem pena superior ao do homicídio (matar)". Deu boa noite e me deixou pensativo até hoje. E lá se vão 25 anos e eu ainda não acredito...