PINTEREST

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Repórter ECO

dia dos avós

Não sei por quê cargas d'água, mas ontem foi dia dos avós. É um dia tão tchã que não passou na tv, o comércio não se oriçou e eu só fiquei sabendo pois sempre tem alguém no FACEBOOK para postar corações e mentes.

De qualquer maneira, avós sempre despertam um sentimento, geralmente de carinho, de lembrança boa. Assim, vou postar aqui uma foto da minha avó materna com a minha mãe e outra da minha avó paterna com o meu pai. Só para registro.



terça-feira, 19 de julho de 2016

Pedestres - Zona Máxima de Proteção


O QUE É

O Programa Zona de Máxima Proteção ao Pedestre localiza-se na região compreendida pelo centro expandido até a avenida Paulista. Ver mapa  
Nesta área, existem 300 cruzamentos com semáforo, sendo que 115 deles específicos para pedestres. Nos outros 185 cruzamentos, as conversões dos veículos devem ser realizadas de forma compartilhada, de maneira que os condutores respeitem a prioridade dos pedestres.

Nesta região, são adotadas as seguintes intervenções físicas:
Manutenção e implantação de novas faixas de travessia;
Implantação de 470 placas educativas com a mensagem: "Na conversão a preferência é do pedestre";
Iluminação de faixas de travessia;
Limpeza da calçada (remoção do lixo);
Remoção de bancas de jornal e ambulantes;
Rebaixamento de guias;

Ações Educativas
Orientação de travessia;
Apresentação de peça teatral de rua;
Realização de artes-cênicas (mímicos) nas travessias;
Apresentação de peça teatral em escolas do Ensino Médio da região;
Atendimento às Escolas/Instituições com atividades educativas realizadas no CETET
Realização de palestras de educação de trânsito em empresas;

Fiscalização de trânsito nos artigos específicos à segurança do pedestre,
Fiscalização pelas Subprefeituras do uso inadequado da calçada (mesas de bares, lojas, avanço de mercadoria, mobiliário urbano);

sábado, 16 de julho de 2016

segunda-feira, 11 de julho de 2016

sábado, 9 de julho de 2016

9 de Julho

Nove de Julho, data em que, com orgulho, lembramos dos brasileiros que tombaram defendendo a Constituição. Sublevação detonada em São Paulo contra o governo de Getúlio Vargas  que havia chegado ao poder na Revolução de outubro de 1930 e que teimava em não respeitar a Constituição.
Conhecida também como a Guerra Civil Brasileira, a Revolução Constitucionalista foi derrotada no campo de batalha, mas saiu vitoriosa pois em 1934 o país passou a ter uma Constituição. Já o ditador de plantão, inconformado com a vitória política do movimento deu um autogolpe em 1937 instaurando o chamado Estado Novo e mostrando a que veio desde o princípio.