PINTEREST

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Dia do Índio...

Ah pois é: índio. Essa discussão vai longe. Existe, não existe... aculturado pode? Não pode? Não é aculturado, é integrado. O que importa é que é e pronto. Tem até quota na Universidade. Tem até o caso da UNB em que a menina entrou pois declarou-se descendente de silvícola. Qual o quê, já está para ser expulsa. Tem de tudo. Quando eu era pequeno a escola fazia a gente vestir cocar, hastear a bandeira e cantar o hino. Nem sabíamos que era aniversário do rei Roberto. Apenas dia do ìndio. Não se usa mais comemorar a data fora da tribuna do Congresso ou do ensino fundamental. Certa expressão políticamente incorreta, ressalte-se, dizia que os comportamentos bizarros e adversos seriam "de índio" e os programas idem. Veja você. O mundo mudou, ou mudei eu? Mudamos todos e nem saímos do lugar... Hans Staden que o diga.