PINTEREST

sábado, 25 de agosto de 2012

e o tempo passa...

Eu usava caneta compactor, daquelas tinteiro que tinham um visor pra ver a tinta acabando. E o Armstrong tava indo pra Lua. Um contraste danado. Hoje soube que o Armstrong se foi... A pegada dele deverá ficar pra sempre. Senão lá, ao menos em fotos e outros tipos de registro. O companheiro dele, o Buzz, deu nome para o personagem astronauta de Toy-story. Ele deixou aquela pegada, a pegada do primeiro a pisar. Isso tem um valor imenso. E eu vi pela TV na casa do zelador do prédio lá no Guarujá. Eu achei incrível aquilo, mesmo as minhas preocupações estando na esfera de lidar com a caneta Compactor e em como me livrar de ler Clarissa de Érico Veríssimo. E o tempo passou e eu ainda tenho a caneta. Do Armstrong ficou a lembrança e, hoje, um pensamento positivo pra ele. 


sexta-feira, 24 de agosto de 2012

CAOS

Bastou um caminhão virar na saída do túnel do Anhangabaú... só isso.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

andei, andei, andei...





Consegui carona, depois andei, depois peguei um trem. Após o trem, um metrô, tudo lotado como é de se esperar. Andei mais um pouco e parei para um café. Com tudo isso, ainda cheguei uma hora antes do que se tivesse esperado o Cometa. É brincadeira no que isso se transformou. O Ônibus já chega atrasado e, mesmo quando chega no horário, sai atrasado. Depois, a cada parada para apanhar passageiro, perde cerca de um minuto o que, no final das contas, resulta em quarenta minutos acrescidos à viagem. Ou seja, quase uma hora do trajeto é feita de paradas. A jornada de hoje, além de variada permitiu que eu batesse esta foto... Valeu o dia.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

#saopaulowalk

 Estação da Luz (alguma dúvida)
 Rua Paula Souza esquina com Av. Prestes Maia
 Reflexos do Anhangabaú
 Rua Senador Feijó
 Rua Benjamin Constant
 Rua Riachuelo
 Rua João Teodoro
Av. Tiradentes

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Socorro!





Olha, a Sra dona Dilma ter lançado um "pacote" que beneficia transportes é uma destas coisas que faz a gente acreditar que ela é realmente uma pessoa preocupada com os destinos da Nação. Agora, andar em São Paulo... tá difícil demais. Tenho vindo de moto toda sexta e segunda para sobreviver. Infelizmente não posso fazer isso todos os dias. Esta semana, por exemplo, fiquei três horas dentro de um ônibus para andar meros 50 km. Brincadeira. No jornal saiu que vai ter metrô até Cotia e a gente segue sonhando...

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Hoje tem menos música no Brasil





E vai ficando cada vez mais difícil de ouvir boa música ao vivo. Depois das baixas do Celso Blues Boy, do Magro do MPB4, hoje foi a vez do Altamiro nos deixar. Felizmente tive várias oportunidades de ouví-lo pessoalmente. Mas a vida é assim... A gente vem para depois seguir em frente (ou não). Fato é que, se não deixar rastro, não valeu a pena ter vindo. Isso não significa que você deve cravar seu nome com canivete na falésia, ou no tronco de uma árvore... Pense.

Enquanto isso a Pacata Vila dos Tempos do Império comemora seus 355 anos de vida na data consagrada a São Roque. Viva São Roque!

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Norma Técnica

Caro leitor interessado em saber como as coisas devem ser feitas. Falo com você: Existe no Brasil interessante instituição diligente, que reune profissionais de diversos setores da sociedade organizada, no sentido de normatizar o feitio das coisas. Desde o desenho técnico, passando pela cocção dos tijolos e telhas, inclusive normas para fabricação de coisas do tipo disjuntores ou até mesmo automóveis e seus componentes. Tudo que o leitor puder imaginar tem uma norma para regular. A Instituição em questão chama-se Associação Brasileira de Normas Técnicas, mais popularmente chamada de ABNT. Pois se é Norma Técnica, supõe-se que seja Lei, regra básica para ser cumprida. Se assim é, deveria ser de conhecimento público, de modo que qualquer um possa ficar ciente do fazer bem feito. Ora pois... Tente conseguir uma cópia da bagaça: custa uma nota preta do tipo R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) para se ter oitenta (80) páginas tipo xerox das regras da boa monografia, TCC ou Teses. Eu achei descabido de caro. Absurdo de caro se você quer saber. É o fim da picada ter de pagar uma fortuna para se saber como se faz, para não ser reprovado por não ter feito como se deve fazer. Ora, se é regra, deveria ser de conhecimento de todos e de graça. Imagine se a moda pega? Eu heim!

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Mostra de Cinema Silencioso


De 11 a 19 de agosto na Cinemateca você poderá desfrutar de uma experiência muito especial de cinema. A origem de tudo, como se descobnriu e desenvolveu esta delícia de diversão através da imagem em movimento. Venha sonhar, entrar na capsula do tempo. Aproveite uma das melhores coisas que esta cidade tem para oferecer. É claro que vai concorrer com o dia dos pais, com a bienal e mais uma "Trúzia" de coisas que o catraca livre tem para oferecer. Mas, não duvide, esta será uma experiência que você não esquecerá jamais.

domingo, 5 de agosto de 2012

Impressionistas e carros de boi

Ontem inaugurou uma daquelas exposições que a pessoa não perde nem de carro de boi. Vai de 4/08 a 7/10 no CCBB na Rua Álvares Penteado em Sampa. 85 telas vindas de Paris. Só vai ver, depois, quem for ao Rio ou à Europa. Além do mais, lá tem um café, uma livraria e a AASP fica ali pertinho. Quem é advogado sabe do que estou falando. Quem não é, deveria ir lá pra ver como se faz uma associação. 



E os carros de boi desfilaram hoje na Pacata Vila dos Tempos do Império, inaugurando os festejos dos 355 anos de São Roque (SP). Foi um belo espetáculo. Depois, só indo comer capote (Galinha de Angola) no restaurante Cascudo. Uma experiência do outro mundo. Cozida no "buraco" por mais de dez horas, vem servida com purê de mandioquinha, banana empanada e arroz. Quer domingo melhor? Vai no CCBB e fica lá das 10 às 22 viajando. É o único modo de superar o meu...


sábado, 4 de agosto de 2012

de sardinhas e clarinetes

Pois lá fui eu saber como é ser sardinha. Passei hora e maia, de pé, sendo espremido e deslocando cada vértebra do meu corpo por conta de ir de São Paulo a Vargem Grande em um ônibus de linha chamado São Marcos... Experiência que me fez lembrar Springfield e suas maravilhosas crianças espremidas para fora da janela do ônibus escolar... Tudo por conta de uns motoqueiros que se recusam a cumprir a lei. Só, mais nada. Não se justifica e ponto. Não adianta vir com retórica sindical e coisa e tal. Nada feito. É como tentar explicar o fracasso olímpico de alguns atletas ou, talvez, o comportamento criminoso de alguns parlamentares. Não se justifica. Eu? |Eu estou aqui, de camarote, metendo a boca nos atletas e nos parlamentares e, dependendo do resultado, nos magistrados.A notícia realmente triste, foi a perda do Severino Araújo. E como fica a tal da orquestra Tabajara depois disso? Não é brincadeira não: foram mais de 13.000 bailes e cem discos.