PINTEREST

domingo, 29 de abril de 2012

vida louca

Quem acompanha o Blog, sabe que eu virei minha própria mesa no início do ano. De lá para cá muita coisa mudou. Hoje, por exemplo, faço parte da equipe do CAU - Conselho de Arquitetura e Urbanismo. Uma espécie de "Opening Team" para que a coisa toda funcione. Está sendo um trabalho difícil mas gratificante. Começar algo grandioso assim, que beneficiará muitos profissionais e o Brasil, é um privilégio e tem de saber agradecer a oportunidade. Eu pretendo fazê-lo com muito trabalho e dedicação.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

dia do goleiro

O frango é a ave mais comum utilizada na culinária e atualmente seu consumo está emparelhado ao de carne bovina.

A carne de frango é considerada uma carne branca, assim como a dos peixes; possui menor teor de gordura que a carne vermelha e é mais macia.

Entretanto, o que genericamente se chama de frango pode ter cinco classificações, como: galeto, frango, frango caipira e frango capão além do chute de longe que até minha vó defenderia... Certo Júlio César?! Correto, Sr Deola?!

Portanto, é muito importante saber qual o tipo de frango utilizado, uma vez que cada um possui um modo de preparo característico, influenciando no sabor da carne e reação da torcida.

Até São Marcos já tomou frango, imagina os mané que tem por ai. Aliás, pra quem não sabe, o dia do goleiro é comemorado hoje, pois hoje é o dia do aniversário do famoso goleiro Manga.

Bom apetite!!!


quarta-feira, 25 de abril de 2012

vocês viram?

Vocês viram a Dona Carla Ubarana? Esta ao menos é criativa: gastou a grana dos Precatórios em carros, construção de pousada e hotéis de luxo em Paris. Muito melhor do que qualquer destino que pudessem dar ao dinheiro as pessoas da fila do Precatório. O que é melhor do que uma pousada na beira da praia no Rio Grande do Norte? Nada! Afirmo com todas as letras, pois se ser hospede nestes lugares já lhe dá a sensação de estar no paraíso, o que dizer de ser o dono... Amém.
Mas será que a bola que o Tsunami levou do Japão para o Alaska não é notícia melhor? Não dava comentário mais interessante? Não transpareceria uma face mais nobre da alma humana? Ora, ora... a bola ter nadado cinco mil quilómetros é muito mais interessante do que o caminho da volta, que será feito de avião com cobertura da imprensa. Gente que quer aparecer não falta. Já a bola não ter sido devorada por nenhum ser é que é extraordinário e nada deve a nenhuma faceta nobre do comportamento humano. Bola por bola, prefiro o "Sr. Wilson".
Claro que a foto da bola que ilustra o Post não é da bola japonesa, nem do "Sr. Wilson". É resultado do trauma da rodada do último final de semana do Campeonato Paulista... Precisamos urgentemente de goleiro em que se possa confiar. Alguém se habilita?

sábado, 21 de abril de 2012

Vovó já dizia...

Quem não tem colírio, usa óculos escuros. Pois é alucinação pura: o sujeito resolve brigar com o coleguinha de trabalho, na calçada, como se buteco fosse, pra todos verem. Tudo bem se não fossem os protagonistas ministros da mais alta corte do país. E o Ministro cantarolou a musiquinha dos Ink Spots. Sem dúvida quase inédito. Oh Deus, oh vida. É no Brasil, no mesmo Brasil em que Deputados se digladiam para julgar seus pares por coisas que, digamos, quase todos fazem. Se jogador de bola sobe o morro e se deixa fotografar com fuzís e metrancas, que dizer de ilustres parlamentares que apenas dialogam com pessoas suspeitas. Pois é neste mesmo país que a maior farsa literária (ou será jogada de marqueting/mídia/meenganaqueeugosto?) vem lançar seus livros com o nome verdadeiro e diga-se profissão declarada. Macaco Simão, que não é o Gato Simão, sempre disse: é o país da piada pronta. Ou não?!

PS: hoje é um grande feriado por cá. Dia de tudo: descobrimento, morte de Tancredo e mais algumas coisinhas que se pode dizer que aconteceram neste dia. Um monte delas, aliás. Comemore, inclusive o esquartejamento de Tiradentes...

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Dia do Índio...

Ah pois é: índio. Essa discussão vai longe. Existe, não existe... aculturado pode? Não pode? Não é aculturado, é integrado. O que importa é que é e pronto. Tem até quota na Universidade. Tem até o caso da UNB em que a menina entrou pois declarou-se descendente de silvícola. Qual o quê, já está para ser expulsa. Tem de tudo. Quando eu era pequeno a escola fazia a gente vestir cocar, hastear a bandeira e cantar o hino. Nem sabíamos que era aniversário do rei Roberto. Apenas dia do ìndio. Não se usa mais comemorar a data fora da tribuna do Congresso ou do ensino fundamental. Certa expressão políticamente incorreta, ressalte-se, dizia que os comportamentos bizarros e adversos seriam "de índio" e os programas idem. Veja você. O mundo mudou, ou mudei eu? Mudamos todos e nem saímos do lugar... Hans Staden que o diga.

sábado, 14 de abril de 2012

Adoro empadinha? Cê tá louco!


Tá certo que não como uma faz uma "trúzia" de tempo. Primeiro, pois não é qualquer lugar que faz empada com "E". Segundo, estou de olho na balança. Empada e balança não são exatamente coisas correlatas, ou são? Na verdade, há uma correlação entre o comportamento do mostrador da balança e a quantidade de empadas ingeridas. É... e é correlação direta! Mas hoje, ao ler calmamente a "FOLHA" me descobri muito feliz por não morar nem perto de Garanhuns, nem Recife, muito menos daquelas famosas empadas muito bem temperadas com carne humana. Brincadeira?! Que nada, era sério. Além de matar e comer suas vítimas, um trio de malucos ainda "temperava" empadinhas com esta carne. Surra é pouco.

Quer aprender a fazer empada? clique aqui

terça-feira, 10 de abril de 2012

Facebook compra Instagram

Até hoje a montanha de açúcar (Zuckerberg) se comportou como quem tem capitalismo nas veias. Nada contra. Devorou tudo e todos que encontrou pelo caminho. Está para lançar suas ações (IPO) e acaba de devorar um potencial inimigo que já possuia 30 milhões de pessoas e que era o maior postador diário do "Face". Afinal, 50 milhões de fotos são postadas diariamente nesta rede social. Para quem não viu o filme "A Rede Social" recomendo que assista, também, "Piratas do Vale de Silicone" para que tenha uma idéia do que pode se esperar desses devoradores de concorrência. O "FACE" já adquiriu Friendfeed, Hot Potato e Gowalla e tirou todos eles do ar. Simplesmente tiveram seus serviços interrompidos. Há muitos outros exemplos nesta selva como o Geocities que após a aquisição pelo Yahoo acabou extinto. Eu que fui da sala "A" do UOL, quando só tinha "A" e "B" lamento a aquisição do Instagram pelo "FACE" pois acho que seus dias estão contados. Digo sala "A" e "B" apenas para ilustrar a velocidade e a voracidade dos serviços oferecidos pela "WEB". Aliás, "REDE" é a melhor imagem que se poderia ter criado, pois toda rede tem uma aranha no centro e no final das contas você é devorado.
O Instagram é muito bom e eu espero que os executivos de "finançamarket" saibam aproveitar o enorme potencial desta ferramenta maravilhosa que um brasileiro ajudou a criar e não permitam sua extinção pelo "FACE". Sei que já tem "iger" saindo, desistindo. Sei, também, que o mundo evolui, claro, senão ainda estaríamos vendo fotos por pequenos binóculos como aqueles que eu comprava no circo quando criança. Eu me limito a copiar todas as minhas fotos para o meu computador. Ah, rezo também. E digo mais, se você conhece algum Deus, acredita em algum ou já ouviu falar da existência de qualquer que seja, convoque-o nesta cruzada de pensamento positivo para salvar o Instagram, suas fotos e fotógrafos maravilhosos. 
Já participei de vários encontros de "Igers" e conheci pessoas muito legais. Pessoas, entendeu?! Gente de carne e osso. Gente criativa, principalmente. Não nos tire isso senhor montanha de açúcar...

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Brasileiro é criativo?


Criaram mais uma taxa. Trata-se da taxa de fiscalização ambiental criada pela Lei 14.626 de 29/11/2011. Dependendo da empresa que vai recolher a tal taxa ela pode ter de desembolsar mais de mil e trezentos reais por trimestre. E a CETESB já soltou uma nota advertindo que esta taxa não vai aumentar a carga tributária destas empresas. Então eu pirei? Desde quando taxa deixou de ser tributo? Ou a CETESB, agora, está legislando em direito tributário também? Fora que, para variar, existe uma pequena monstruosidade rolando por ai, vez que o IBAMA também tem uma taxa de fiscalização ambiental. Durma-se com um barulho desses. Depois o brasileiro ainda se pergunta da razão de nossos produtos custarem o olho da cara. Chegamos a pagar seis vezes o preço praticado no exterior. Caso de algumas motos por exemplo. Dizem que a razão, dentre outras, é que existe um tal de custo Brasil rolando na parada. Eu, por outro lado, sou daqueles que acham que o brasileiro adora pagar mais caro. E eu sou do tipo que quando diz que matou a cobra, mostra a cobra morta. Dois exemplos: 1) quando a Honda lançou aquele sonho de consumo CB 750 ela deitou e rolou na hora de por o preço por um simples motivo. A demanda reprimida era imensa por conta das proibições de importação da ditecuja. 2) Uma caixa de bonbons de marca boa, com 400g de deliciosos chocolatinhos embrulhados um a um custou na semana anterior à Páscoa razoáveis sete reais. Já um ovo de chocolate com os mesmo 400g custava exatos vinte e um reais. Adivinhe qual vendeu mais. As pessoas não sabem fazer conta? Ou sempre tem algo mais interessante para fazer do que protestar por seus direitos? E depois “dizem que sou louco por pensar assim...”

sábado, 7 de abril de 2012

7 de Abril

Gosto da Rua 7 de Abril. Sempre gostei. Um dia, olhando velhos mapas, descobri que a atual Praça da República já foi Largo Sete de Abril. Pois foi em sete de abril que o Brasil andou pra frente. Pedro I foi tratar de entrar para a História pela segunda vez e deixou o trono para D. Pedro II, que por ser fedelho, acabou nas mãos de José Bonifácio.
Hoje, porém, a "rapeize" não quer saber de Pedro isso, Pedro aquilo. Boni, então, só aquele do BBB da Globo. Digo isso pois, em uma enquete nada científica, descobri que nenhum transeunte sabia das razões ou motivos de a Rua ter o nome que tem. 
Pelo menos tem Lollapaloosa com Joan Jett, que já foi das "runaways" e continua arrebentando cordas e corações. Mas, se por acaso, você estiver arrebatado pelo sentimento cívico, um quê de brasilidade em função desta data histórica, bota aí um LP do Quinteto Violado e comemore com eles seus 40 anos de super-carreira, ou vá na Caixa Cultural da Sé vê-los pessoalmente. Aproveita que é de graça.


PS: a foto é da volta de D Pedro em 1972...

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Spaghetti

Adoro um Western Spaghetti. Aqueles filmes italianos feitos em Roma e que parecem ter sido feitos no oeste americano. Alguns são inesquecíveis como o Dolar Furado com Giuliano Gemma. Ontem, por exemplo, assisti "Era uma vez no Oeste", filme de Sergio Leone feito em 1968 nos estúdios de Cinecittá. Filme fantástico, com sequência memoráveis como a abertura com três pistoleiros e uma mosca. Sem música e 14 minutos de letreiros introdutórios. Apenas o som da roda do moinho e um telégrafo. Muitos mortos com direito até a uma chacina de uma família inteira. Tem irlandês que casa com prostituta. Tem mocinho e tem bandido. Tem bandido pistoleiro e bandido de colarinho branco. E tem mocinho matador. Não faltou nada neste filme, nem trem, nem cenas épicas ou alguma cena trash. Estrelado por Peter Fonda, Charles Bronson, Jason Robards, Claudia Cardinale e um elenco de convidados de dar inveja a muita produção de Hollywood. Se o caro leitor gosta do gênero, não pode perder este filme.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Rabo virado pra lua?

Pois o sujeito foi numa feirinha em las Vegas e comprou uns quadrinhos por R$ 5,00. depois, em casa, resolveu trocar a moldura e deu de cara com um desenho de Andy Warhol. Coisa de uns milhões de reais. Aparentemente o desenho estava lá por segurança. Tanta, que ninguém da família sabia. Isso só prova uma coisa e eu não vou dizer qual é. Sei não... sei não. Essas coisas só acontecem em Vegas. Em Sampa, nem pensar.
 Mas leseira não é. Leseira, na minha opinião, é a situação vivida pelo Clube da Esquina, conforme reportagem da Folha de São Paulo, do caderno Ilustrada, na qual nos informam que a comemoração dos quarenta anos do "Clube" vai ser por ocasião dos 41 anos. Já me disseram que não é leseira e sim Burrocracia, ao que parece.

 Milton Nascimento, Marcio Borges, Lô Borges e Fernando Brant com JK *

Mas, me diga, tem algum filme que você quer ver, daqueles que não encontra em nenhuma locadora. Não consegue baixar na internet? Fale conosco: deixe seu comentário. Talvez possamos ajudar. Também fazemos análise jurídica de filmes e situações neles vividas. Pode ser interessante, inclusive, mais do que parece a primeira vista. Have fun.

* Foto tirada do exemplar impresso da Folha de São Paulo que circulou em 02/04/2012

domingo, 1 de abril de 2012

É tudo verdade...

Este Festival chega à sua 17ª edição brindando-nos com uma restauração primorosa de "Cabra Marcado Para Morrer" de Eduardo Coutinho. Quem quer que já tenha tido a oportunidade de ver Cabra Marcado, jamais o viu nas excelentes condições em que foi exibido ontem. Nova oportunidade haverá no MIS hoje às 18:00h. Este é o classico dos classicos do documentário brasileiro e, sobre tudo, um ato de resgate da dignidade dos protagonistas e um grito de alerta a favor da democracia e da liberdade de expressão. Parabéns à Cinemateca e a todos que tiveram participação no filme e/ou na sua restauração. imperdível!
Na foto, da esquerda para a direita: Lauro Escorel, Carlos Augusto calil, Amir Labaki, Eduardo Coutinho e Zelito Viana em debate após a projeção.