PINTEREST

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

O mundo seria tão melhor...

Se todos tivessem consciência ecológica e se os empresários investissem um pouco do seu dinheiro nas vantagens de ser "verde". A gente percebe que as grandes empresas têm posturas ambientalistas apenas quando isto lhes traz alguma vantagem mercadológica. O exemplo típico é o tal do selo verde que auxilia nas exportações, abre mercados e permite que se pratiquem preços melhores. Outra conveniência é o rastreamento, a garantia de origem e de manuseio para o gado e outras criações, por exemplo. Os chamados "orgânicos" já perceberam isso há mais tempo e, por conta disso, praticam preços até certo ponto extorsivos. Mas o verdadeiro motivo deste "post" foi um colante que fotografei em um grande shopping da cidade de Campinas. Eles têm uma postura que vem desde o projeto e, entre outras práticas ambientais, aproveitam na ordem de 75% da água utilizada. O complexo de lojas, inaugurado em 2002, possui uma estação de tratamento capaz de atender uma pequena cidade de até 15 mil habitantes. Esse processo possibilita a reutilização de dois terços do volume diário de água na rega de plantas, nos vasos sanitários, na lavagem dos pisos do estacionamento e no ar condicionado. O restante é lançado no Ribeirão das Pedras com mais de 95% de eficiência de tratamento. É óbvio que isto diminui os custos. Não precisa dizer mais nada.