PINTEREST

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Regularização fundiária

Assunto sério. Muita gente compra terreno e até casa e apartamento sem que a documentação esteja em ordem. Sabe aquela coisa do contrato, quase um papel de pão, que a pessoa assina e guarda na gaveta? Pois meio país é desse jeito. Agora vem o Governo e acena com crédito e programas tipo "Minha Casa, Minha vida" e o cidadão se dana atrás de documento que não tem ou não se consegue fácilmente. Às vezes leva meses e até anos para se ter a "coisa" toda certa. 
Pois bem, não é para me gabar nem fazer propaganda, mas minha dupla formação me faz um espectador privilegiado e, ao mesmo tempo, um ator muito capacitado nestas questões. Procuro fazer cursos, participar de Seminários e Congressos e posso dizer que não estão tratando adequadamente o problema. Pessoas simples, e muitas vezes sem recursos, deixam a documentação "para depois" e não fazem idéia de que postergar esta etapa da aquisição do imóvel é certamente mais caro do que enfrentar de vez e na hora. É como comprar um carro e não fazer a transferência, talvez até pior. Posso garantir que o barato sai caro. Portanto, consulte sempre um advogado da sua confiança antes de fazer qualquer negócio. Se não conhece um, procure a OAB da sua cidade para uma orientação adequada e segura de como proceder.