PINTEREST

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Olhares e Instagram - uma digressão


Ou deveria dizer flash-back de reflexão... sei lá. Só sei que sou usuário de ambos. Ah, para quem não sabe, vou explicar um pouco mais. (Estou com ar "professoral", digamos assim, portanto, preste atenção!)
"Olhares" é um site de fotografia baseado em Portugal, quase que exclusivamente lusófono e com fotografias de muita qualidade. Quando você se inscreve (gratuitamente) logo descobre que se for assinante pago poderá ter algumas vantagens. É barato e você acaba pagando, para descobrir rapidamente que as tais vantagens não lhe dizem respeito. Suas fotos não iraõ para a galeria pública (GP) que é uma espécie de "sentar ao lado do Senhor". Muito bem. Não vou aqui entrar no mérito de a foto ser escolhida ou não, de que as votações para "GP" são secretas e coisa e tal... Me recuso. O que vale é que se trata de uma escola de fotografia. Basta ser observador atento. Você além de aprender, conhece o mundo. Um turista.
No "Instagram", que é um programa para IPhone, também de fotografia e totalmente gratuito, você também aprende muito, também viaja o mundo, só que é mais abrangente, pois o que une a comunidade é o telefone da maçã e não a lingua. E você acaba conhecendo o mundo como os moradores o vêm. Um local.
Esta, a meu ver a grande diferença: o olhar de um turista é sempre muito diferente do olhar de um morador. 


PS: Pura coincidência, mas não podia deixar de registrar aqui. Uma que enriquece a qualidade da informação que você consegue aqui e outra que texto bem escrito merece divulgação. A Cora Ronai do blog internETC escreveu um ótimo texto sobre este assunto.
Leiam: http://cronai.wordpress.com/2011/09/03/o-instagram-e-a-orkutizacao/

PS2: a primeira foto foi publicada no Olhares (Recife vista do avião) e a segunda no Instagram (Estação de Mairinque). Ambas minhas, é claro.
PS3: para saber mais, basta clicar nos nomes...