PINTEREST

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Virando a própria mesa

Há momentos na vida em que ficar na zona de conforto é a pior viagem. Chegou a hora de virar a mesa. Basta deste marasmo, desta mesmice. Xô urucubaca! Mais uma vez, e Deus me permita muitas outras, estou de malas prontas, enfunando velas e rezando tirar o melhor dos ventos que me esperam. O rumo, a rota, eu tracei, planejei e vou cumprir, como de resto sempre fiz. Coragem e determinação nunca me faltaram e eu sei que sou capaz. Nestas horas me lembro sempre do velho e bom Hibrahim Sued que dizia: "os cães ladram e a caravana passa". Não sei de onde tirava isso, mas é a pura verdade. Que venha o 2012 que quiser, que eu traço. O meu... eu quero com recheio!
E com a companheira que hoje eu tenho, não há tempestade nem vagalhão que me aderne...

Nenhum comentário: