PINTEREST

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Shopping

Olha, eu sei que é Natal, eu sei que chove, que São Paulo é violenta, que as pessoas adoram passear em shopping. Eu sei de tudo isso. Sei também que curto muito o tal do bom senso... e definitivamente não foi o que vi nestes últimos dias. 
Muito bem, vamos ao que interessa: fui ao Shopping que diz que vai sortear seis carros no Natal e que fica lá pelas bandas do Itaim. Pois bem, depois de feita a compra descobri que não tenho direito aos supóstos números da sorte pois não resido na cidade de São Paulo. Fiquei pasmo. E é do regulamento... Só por residir uns km pra lá, não posso concorrer aos carros, a nenhum deles. Ou seja, freguês de Alphaville, Barueri, Santo André, São Roque e mais umas trinta e oito cidades a menos de meia hora do buteco não interessa. Que morram à mingua, antes de eu pisar de novo lá. Que se danem todos os lojistas daquela espelunca. 
Você pensa que ficou só nisso? Pois bem, resolvi ir ao Shopping novo de Alphaville, aquele daquela família rica de políticos do Ceará. Rapaz... alí tem cinema com garçon no meio do filme, sorvete salgado e praça de alimentação deserta. Uma beleza de cinema, poltronas "superhiper" confortáveis, com direito a descontar do preço do ingresso os km ganhos no abastecimento do carro, mas... tchã tchã tchã tchãnnnnnn: você escuta a chuva lá fora em um volume tão alto que perde o diálogo do Nicholas Gaiola com a Nikole... Aff. Ainda bem que eu só paguei o ingresso de plebeu e não me meti a gastar cem conto (o casal) pra ver o garçon passando pra lá e pra cá na sala de projeção. Aliás, que filme ruim é esse? Isso não é nada perto do fato de que em cinco salas está passando "o amanhecer" e em nenhuma outra delas algo que preste. Só para registro dos leitores, vou dizer que tem seis salas lá. E todas vazias, pois não tem ninguém lá... afinal daqui a um mês é Natal.


PS: foto da net: Becky Bloom  proceis.

Nenhum comentário: