PINTEREST

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Ricardo III, Al Pacino e José Serra

Até parece que eu estou vendo a sua cara. Mas o que é que estas três figuras fazem no título deste blog? Simples, o primeiro é a personagem de Shakespeare, o segundo o interpretou no cinema e o terceiro... Bem, o terceiro é a sua personificação na realidade política do nosso país. Não são meras coincidências, nem eu sou o gênio que viu esta relação. Trata-se nada menos do que do Gustavo Franco, ex Presidente do Banco Central, cuja palestra tive o privilégio de assistir. Ele acaba de lançar seu mais novo livro, "Shakespeare e a Economia" no qual identifica e explora o mundo econômico financeiro daquele autor. Na verdade este livro contém dois ensaios complementares, um assinado por Gustavo e outro, datado de 1931, de Henry Farnam. Gustavo também é o autor de "A Economia em Pessoa" e "A Economia em Machado de Assis". Este último faz parte da minha biblioteca e hoje foi devidamente autografado. 
Ele também assina artigo no mais novo número da Revista Dicta & Contradicta, "Shakespeare e a política no Brasil", que justifica de certa forma a alusão do título deste post.



Boas leituras a todos