PINTEREST

sexta-feira, 28 de maio de 2010

ELDORADO

Você! Isso mesmo: você, caro leitor, que já deve ter lido um bocado sobre o que os espanhóis aprontaram nesta América do Sul atrás do ouro dos Incas e dos Maias. Já deve ter ouvido falar do caminho do Peabirú que ligava o Brasil indígena aos Andes. Já deve ter visto o filme de Werner Herzog intitulado "Aguirre, a cólera dos Deuses"... Já deve ter ouvido falar do Eldorado. Aquele sonho/pesadelo de imaginar um lugar, um país, aonde houvesse ouro em abundância, fontes da juventude e outras coisas mais. Chegou a sua vez de "ver" um pequeno pedaço disso ao vivo e a cores. Parte do acêrvo do Museu do Ouro de Bogotá (Colômbia) - que possui mais de 30 mil peças em ouro - vai estar à disposição do paulistano até 22 de agosto, de terça a domingo das 10 às 18 horas na Pinacoteca do Estado. São 251 peças em ouro e mais 40 objetos arqueológicos em cerâmica na exposição "Ouros do Eldorado - Arte Pré-Hispânica da Colômbia".


Meu Deus! História ao seu alcance!!
ABSOLUTAMENTE IMPERDÍVEL !

Alfredo Volpi

Há 22 anos falecia Alfredo Volpi, pintor que integrou o Grupo Santa Helena ao lado de Clóvis Graciano, Bonadei, Rebolo e Pennacchi entre outros. Autodidata, fazia suas próprias tintas, diluídas em uma emulsão de verniz e clara de ovo, em que ele adicionava pigmentos naturais purificados (terra, ferro, óxidos, argila colorida por óxido de ferro) e ressecados ao sol.
Ao longo de quase um século de existência (1896-1988), passou por várias fases, encontrando seu próprio caminho nas abstrações geométricas. Famoso desde a década de 50, quando ganhou prêmio na II Bienal de São Paulo, Volpi pode usufruir em vida as vantagens e benesses da fama. Recebeu, inclusive, uma bela homenagem na exposição intitulada "Volpi, 90 anos" no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Cristopher Lee e Vincent Price

Duas figuras como estas só podiam fazer aniversário nomesmo dia (27/05).
O cinema de Terror deve muito ao talento destes dois.