PINTEREST

sábado, 9 de janeiro de 2010

DIA DO FICO

Hoje, 9 de janeiro, no ano de 1822 deu-se a famosa frase: "Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico." Desde pequeno escuto esta lenga-lenga e cada ano que passa desconfio mais e mais dela. Certa vez fui até o Paço Imperial, na querida Rio de Janeiro, e fiquei fitando o famoso balcão como se súdito fosse. Não adiantou nada, é claro. Ao adolescente que por lá estava perguntei: "sabe o que é dia do Fico?" A resposta veio clara e sem titubeios: "Claro! Festival Interno do Colégio Objetivo..." Dia do Fico, pois que muito boa coisa não podia ser mesmo. Parece até marqueting preparatório para o evento oficial do dia sete de setembro que viria a seguir. E depois, Pedro I deu no pé, deixando o infante Pedro II posando de Barbie, enquanto a camarilha deitava e rolava. Aliás, Pedro II foi o cara e não Lula. Explico: Pedro II viu a múmia, Pedro II foi o primeiro fotógrafo do Brasil, etc e coisa e tal, além de muito mais. Se disserem que é questão de gosto, eu aceito e me conformo; mas aconselho a leitura atenta de "As barbas do Imperador" de Lilia Moritz Schwarcz.