PINTEREST

domingo, 15 de agosto de 2010

A BIENAL É SHOW!

Nem bem sai do carro lá vinha Ziraldo, contente da vida com seu caloroso abraço. Mais adiante Maurício de Souza, Padre Marcelo Rossi, Gabriel Chalita, Thalita Rebouças e Jostein Gaarder só para citar os mais famosos que couberam nas minhas poucas horas de presença no evento. Aliás... foi vento mesmo, e daqueles bem gelados, pois que eu só vi foi nêgo passando frio lá no Anhembi. Tem pizza boa por lá, junto aos livros, aos espertos vendedores de assinaturas de revistas, muitos autores estreantes e até Sebo do bão, com toda a coleção dos Escoteiros Mirins ou do Teatro Abril lá dos anos setenta. Fila pra tudo, fila pra batata no cone, fila pro banheiro, fila pra pagar, fila pra receber, entrar e sair. Agora, campeão da fila foi o Padre Marcelo, paciente e tranquilo, assinava, assinava e assinava. E lá se foram cinco horas disso.
Mas é Bienal do livro, pois não. Então tem livro, e muito. Tem até livro dentro de geladeira, sucesso absoluto com as donas de casa. Tem criança de montão, tem jovem, tem teatro, palestra, colóquio, marionete, fantoche, palhaço, papel no chão e sorvete kibon. Teve apagão, autógrafo, distribuição de imã de geladeira, correio elegante e gente perdida esperando a mãe junto às catracas da entrada. Entrada que custa R$ 25,00 para o automóvel e R$ 10,00 por pessoa.
Nesta Bienal, enquanto a Federação das Associações Muçulmanas distribui livros de graça, Kerouac e Fante são vizinhos de Jesus, que é vizinho do Cebolinha, que mora ao lado do vampiro, que com o Lobo mau lê o Brinquebook das crianças na cozinha. Mas a vizinhança mais inusitada que encontrei, nesta imensa democracia, foi a de J. P. Morgan e Eduardo Suplicy...


3 comentários:

Leca disse...

Isso sim...
é passeio...
tentador...
beijos
Leca

Lucia Alfaya disse...

Adoro Bienais, de arte, de livros, onde se encontra gente e livros e telas... Fico aqui babando, vendo pedacinhos na TV. Pena que Salvador não tenha Bienais como as de São Paulo!

TARDE disse...

Salvador não tem Bienal, mas tem cada praia... que nós aqui ficamos babando o ano todo por conta disso. Agora, desde que tem avião da Azul, minhas praias ficaram mais acessíveis...