PINTEREST

quinta-feira, 15 de julho de 2010

The Meaning...

OK, ok! Eu confesso: eu sigo ouvindo "Funhouse", meio assustado, meio pedindo suas traduções de Clash, Bowie... o mundo muda por minuto. Não sei o que é pior, revoluções por segundo ou um Big Bang do terror... Mundo doidão, as gerações passam, o tempo passa e as pessoas não se dão conta da inutilidade disso tudo, da absoluta desimportância disso tudo, da insignificância perante o Universo, ou mesmo em relação ao vizinho. Queremos estátuas, nome de rua, praça, passarela, poder. Pra quê? As ondas continuam a chegar na praia, moldando o litoral e pouco se importam os peixes. Pouco me importo eu! E quem perde tempo com isso, alertando ou denunciando desastres iminentes, certamente nunca ouviu Bauhaus. É impossível saber de tudo... Eu quero água de coco.

Nenhum comentário: