PINTEREST

sábado, 15 de maio de 2010

Contra o Serviço Militar Obrigatório - A favor da PAZ!

Uniforme Militar, atitudes militares, quartéis, armas e Serviço Militar Obrigatório não combinam com o século XXI. Não combinam com civilização. Não combinam com desenvolvimento e, de mais a mais, não combinam com paz e bem estar.
Com o passado militarista, de golpes e desmandos perpetrados por fardados, o Brasil já os deveria ter banido para os livros de História para lá ensinarem aos nossos filhos e netos como não se faz. O militarismo já teve suas oportunidades e falhou em todas elas. Seja na proposição de soluções, seja na condução das políticas desenvolvimentistas, econômicas e sociais que tetou implementar. Um fiasco, de raríssimas excessões. Pior, sequer faz bem feito aquilo a que se propõe, ou seja, manter as fronteiras livres de invasões. Rapazes recrutados contra a sua vontade, no auge da juventude, em detrimento de estudo e emprego, são mandados para casa por falta de verba para servir comida e uniforme. E enquanto nos quartéis, manuseiam armas obsoletas e absolutamente inúteis. Desnecessário dizer que a verba gasta com as instalações e equipamentos poderia muito melhor ser empregada em educação e saúde, por exemplo. Neste mundo de altíssima tecnologia, chega a ser ridículo possuir e manter tanques, obuzes, carros de combate, baionetas e infantaria. Vamos deixar esse negócio de brincar de soldado. Acabemos com o Exército. Bastam a Marinha e a Aeronáutica cujas funções sociais são ainda relevantes.
Aproveitemos este 15 de maio, dia da objeção de consciência para refletir contra o serviço militar obrigatório, contra a guerra. Gente, o mundo mudou!! Guerra é um absurdo! Trabalhe pela paz!

3 comentários:

Gláuber disse...

Apoiado!

Leca disse...

Oi...Tarde...
Nunca é tarde demais...
para protestos como esse...
Acho que tudo que é imposto é de certa forma cruel...
Beijos e gentilezas...
não impostas...
Leca

Márcio disse...

Também apoio. Estou fazendo uma pesquisa sobre o assunto que vou postar no meu blog nos próximos dias (http://marcio.avila.blog.uol.com.br). Sugiro a leitura a todos.