PINTEREST

terça-feira, 9 de março de 2010

ROMANCE

Livro, levo e leio...
como quem se livra
do seu próprio meio.
Minh'alma se calibra,
enquanto me livro,
mergulhando em ti,
de problemas que dariam um outro livro,
ambientado na colonial Paraty.

Sob a luz da lua,
no entanto,
às páginas prefiro a pele tua,
presença, encanto,
minha razão de ser,
assunto predileto,
meu amor, por ti viver...
e assim ser completo.

IMAGEM: uma transformação a partir de uma foto dela em Arituba, que pode ser vista na minha Gaelria do Olhares:
http://br.olhares.com/mulheres_sao_de_venus_foto2612738.html
POESIA: http://recantodasletras.uol.com.br/poesiasdeamor/672516 , meu outro espaço de criação.

2 comentários:

Bípede Falante disse...

Mas como você é multifacetado!
Estou sempre descobrindo alguma nova veia. Gostei!

Lucia Alfaya disse...

Lindo, adorei. Poético, lírico, musical, leve e profundo ao mesmo tempo. Parabéns!