PINTEREST

sábado, 20 de fevereiro de 2010

SOBRE FALAR MERDA

Neste singelo livreto de 70 páginas, o autor, Harry G. Frankfurt, se "propõe a iniciar o desenvolvimento de uma compreensão teórica do que significa falar merda, oferecendo algumas análises experimentais e exploratórias." Com tradução do original "On Bullshit" feita por Ricardo Gomes Quintana a Editora Intrínseca foi buscar em Princeton este renomado professor emérito de Filosofia, de modo que possamos nós também ler e discutir sobre "um dos traços mais notáveis da nossa cultura": falar merda. O professor Frankfurt inicia sua digressão afirmando que "não temos uma idéia clara do que é falar merda" nem da razão para que se fale tanta, nem para que serve. O autor considera que a essência de falar merda é a indiferença em relação ao modo como as coisas realmente são. Neste sentido, basta ver televisão no Brasil ou assistir a algum discurso de político, para se ter uma idéia de exemplo.

Nenhum comentário: