PINTEREST

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

PERGUNTAR ainda não ofende, quero crer...

Quais são as possibilidades de criação e qual o grau de liberdade numa sociedade cada vez mais programada e centralizada pela tecnologia? Afinal, o que é ser livre? Liberdade de ir e vir, liberdade de pensar o livre pensar ou liberdade de não ser monitorado? Você é livre? Ou está preso a horários, marcas, patentes, regras, Leis e costumes? Quantas câmeras de vídeo monitoraram sua passagem hoje? Quantas vezes você usou seu cartão magnético, seu modem ou seu celular? Eu... modestamente, acho que George Orwell escrevia literatura infantil.
FOTO: METROPOLIS de Fritz Lang

Nenhum comentário: