PINTEREST

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

RECEITA

Receita para destruir um time coeso, um grupo harmonioso e vencedor: coloque um economista bocudo e inconsequente na presidência, um velho míope no gol (e venda o melhor goleiro para a Inglaterra), venda seu artilheiro e no lugar dele ponha um cérebro de ervilha no ataque (que o Flamengo não quis). Venda, também, o melhor camisa dez que você teve nos últimos vinte anos e sente um barrigudo ressentido (nunca esqueceu o episódio do gás) no banco para comandar. Não se esqueça de contratar dois incompetentes absolutos para tomarem conta da zaga, tipo um veterano quebrado que retorna da Europa e um gaúcho beirando a debilidade, cuja única qualidade é não jogar de vez em quando. Verá que em uma velocidade estonteante, cinco pontos de vantagem, na liderança absoluta e isolada (19 rodadas), se transformam em desespero para não ficar fora da Libertadores.
.
 EM TEMPO: A DIretoria demitiu os arruaceiros Obina e Maurício, este último cria da casa que pagou o pato por jogar no mesmo time do cérebro de ervilha.
PS: o Marcos é muito gente boa, mas... já podia ter pendurado estas luvas. Ele já é História, não precisa provar mais nada...

Um comentário:

Harrison disse...

Sabia que vc ia postar algo sobre...

Abç