PINTEREST

domingo, 29 de novembro de 2009

LIVRARIA CULTURA 35 HORAS NO AR

Sensacional, se bem que demos apenas uma passada. Eu até olhei com carinho toda a programação mas fiquei mesmo foi com o show da Ana Cañas e com o autógrafo do Arnaldo Batista. Como o show foi de graça, houve um pequeno contratempo para conseguir a respectiva senha. Contratempo contornado com a choradeira de ser do interior, de ter vindo de outra cidade, pois um funcionário da livraria (que se disse coordenador do evento) resolveu confiscar 5 senhas para amigos seus ou coisa que o valha... Uma vez dentro do teatro Eva Hertz, tudo correu bem, com uma performance digna de artista consagrado e qualidade internacional. (Meus anos de estrada me qualificam para dar este veredito) Mais uma vez a nota distoante ficou por conta do funcionário da livraria, o tal coordenador, auto-alçado a dono do espetáculo e que simplesmente abriu as portas do teatro a certa altura, mandando que as luzes fossem acesas com aquele gesto de braço típico dos jogadores reservas à beira do gramado a minutos de um apito final...Pois bem, a reação da Ana Cañas foi de, ao mesmo tempo em que pedia desculpas, dizer: "estão nos mandando embora..." E assim, ela mesma foi embora sem dar os autógrafos que uma grande fila aguardava no térreo. A direção da livraria deveria saber... que tipo de funcionários a representam.

Já Arnaldo Batista cumpriu o prometido e pacientemente atendeu-nos com seu sempre simpático sorriso.
Obrigado Arnaldo!








IMAGENS: PALM TREO

Nenhum comentário: