PINTEREST

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

É OU NÃO É... DE ARRANCAR OS CABELOS?


Sob protestos do PSOL e do PPS, o plenário da Câmara aprovou esta noite a ratificação de acordo entre o Brasil e o Vaticano, que prevê a instituição do ensino religioso em escolas públicas, isenções fiscais e imunidade das instituições religiosas perante as leis trabalhistas.
Assinado no final do ano passado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o Papa Bento XVI, o acordo prevê também a manutenção, com recursos do estado, de bens culturais da igreja católica, como prédios, acervos e bibliotecas.
Criticado por amplos setores da sociedade, como a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o texto acabou aprovado em votação simbólica após a costura de uma negociação com a bancada evangélica, muito forte no Congresso, para estender os privilégios às demais religiões.
O acordo seguirá agora para apreciação do Senado...
PS: e há quem reclame da "bancada da bola"... aliás, que nome horrível! Mas o que importa é que alguém legítimamente preocupado (o Papa) desencadeia uma farra sem fim no Congresso Nacional. Já vimos este filme, quando o Dr. Jatene teve a idéia da CPMF (Vá de retro!!)... deu no que deu. E, assim, caminhamos a passos largos rumo ao século XVIII. Na verdade, talvez seja uma forma de Lula retribuir aos padres as tantas e quantas recebidas por ELE e o PT naqueles tempos idos em que imperava a Ditacuja... mas dai a estender isso para TODAS... não vai haver grana que chegue..já tem mais igreja do que bar por ai....
NÓS... este humilde escriba e todos os eventuais leitores (os esporádicos também podem) deveríamos fundar uma Seita também, para nos locupletarmos nesta nova FARRA que se desenha no horizonte do Planalto: Seria chamada de A SEITA T.U.D.O. (aceita tudo, aceita cheque, galinha, nota promissória, cartão de crédito, pãozinho, milho verde, promessa de Deputado, gol de mão...)
FONTE: UOL

Nenhum comentário: